Revista Brasileira de Psicoteratia

Submissão Online Revisar Artigo

Vol 14 N° 2  2012

 

2 -  Desafios da formação do psicoterapeuta
Cláudio Laks Eizirik
Páginas: 12 - 13

Descritores:

3 -  Espectro do Ensino Psicoterápico em Universidades do Brasil
Luiz Carlos Mabilde
Páginas: 14 - 16

Descritores:

Artigos Originais
4 -  Proposições curriculares para a formação em Psicoterapias de Orientação Psicanalítica: o ensaio com metodologias ativas de aprendizagem da Universidade Federal de São Carlos
Cássia Regina Rodrigues Varga; Egberto Ribeiro Turato
Páginas: 17 - 29

Resumo

O presente trabalho apresenta a estruturação de um curso/programa de psicoterapias de orientação psicanalítica elaborado na perspectiva das metodologias ativas de aprendizagem e com o objetivo de abarcar as questões que compõem a contemporaneidade e o campo psicoterápico atual. A estrutura curricular foi organizada em três eixos educacionais: sistematização, prática profissional e avaliação, que objetivam, respectivamente: 1) desenvolver os elementos teóricos que compõem o processo psicoterápico através de atividades de ensino-aprendizagem, tais como: situações-problema, conferências e grupos de estudos; 2) explorar o fazer por meio de supervisões, seminários clínicos e psicoterapia pessoal; e 3) acompanhar o desenvolvimento cognitivo e a capacidade crítico-reflexiva alcançados através de exercícios cognitivos e da elaboração de um artigo. Com base na teoria psicanalítica, são esboçados os momentos do tratamento das psicoterapias de orientação psicanalítica, de apoio e breves. Em que pesem as dificuldades, são necessárias avaliações constantes dos processos de ensino-aprendizagem para que as instituições formadoras não certifiquem pessoas com deficiências e sem a devida qualificação para o fazer psicoterápico.

Descritores: Psicoterapia; Ensino; Terapia Psicanalítica; Psicoterapia Breve; Psicoterapia de Apoio

5 -  A Especialização em Psicoterapia de Orientação Analítica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Sidnei Schestatsky; Neusa Lucion; Jusssara Dalzot
Páginas: 30 - 40

Resumo

O artigo descreve o desenvolvimento da psicoterapia de orientação analítica na cidade de Porto Alegre a partir da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, propiciado pela presença de diversos professores psicanalistas inseridos no meio acadêmico em um hospital psiquiátrico tradicional. Os autores relatam a consolidação dessa prática com o surgimento do Curso de Especialização em Psiquiatria com forte ênfase nas teorias psicodinâmicas, a criação do Centro de Estudos Luís Guedes e o desenvolvimento do Curso de Especialização em Psicoterapia de Orientação Analítica. Em seguida, é descrita a orientação teórica do referido curso e seu funcionamento atual.

Descritores: psicoterapia, ensino, terapia psicanalítica, psicoterapia psicodinâmica, psiquiatria psicodinâmica, residência médica, especialização

6 -  O ensino da Gestalt-terapia em cursos de graduação em psicologia
Nilton Júlio de Faria
Páginas: 41 - 51

Resumo

Iniciamos o presente artigo com uma discussão acerca do humanismo e da psicologia humanista nos Estados Unidos nas décadas de 1940-1960, quando do establishment, cenário fértil para a construção da Gestalt-terapia - o que ocorreu em 1951 - como uma proposta de oposição aos modelos tradicionais de psicoterapia. A Gestalt-terapia concebe o homem como um ser livre que, criativamente, busca soluções para seus problemas e dificuldades. A seguir discorremos sobre vários encontros das agências formadoras em psicologia no Brasil desde a Carta de Serra Negra (CFP, 1992) até a aprovação das Diretrizes Curriculares para os cursos de graduação em psicologia (Res.CNE/CES nº 8/2004), que possibilitaram a introdução de outras abordagens teóricas ao defenderem a diversidade epistemológica na formação do profissional de psicologia. Descrevemos uma experiência de inserção do ensino de Gestalt-terapia em curso de graduação como disciplina teórica e estágio supervisionado na rede de atenção primária à saúde. Concluímos que o ensino de Gestalt-terapia não deve restringir-se à psicoterapia tradicional, por revelar-se como um instrumental teórico-metodológico consonante com as concepções de saúde contemporâneas e com as políticas de saúde nacionais, ao possibilitar ações, dentre outras, em clínica ampliada e matriciamento.

Descritores: psicoterapia, ensino, terapia Gestalt; teoria gestáltica; Gestalt-terapia e saúde; Gestalt-terapia e formação do psicólogo.

7 -  Considerações sobre uma experiência peculiar: Psicoterapia na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Oswaldo Ferreira Leite Netto; Francisco Lotufo Neto
Páginas: 52 - 59

Resumo

O artigo descreve a história do ensino da psicoterapia na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, desde o Serviço de Psicoterapia, criado em 1963, até o estabelecimento de espaços de ensino da teoria psicanalítica e de outras formas de psicoterapia dentro do atual programa de residência em psiquiatria, ao lado das neurociências e da psicofarmacologia. A modificação da psiquiatria, a partir da evolução da perspectiva biológica e da mudança do espaço físico das Unidades de Internação Psiquiátricas nas últimas décadas do século XX, o consequente afastamento dos aspectos subjetivos nesse período e as tentativas de integração dos diferentes referenciais no momento atual são descritos e discutidos. Por fim, o formato atual do programa de residência, os núcleos de formação desenvolvidos por ex-alunos e a inclusão da pesquisa em psicoterapia no programa de pós-graduação são apresentados.

Descritores: ensino, psicoterapia, história da psiquiatria, psicanálise, psicoterapia psicodinâmica, pesquisa, psiquiatria, residência e internato

8 -  O Ensino de psicoterapia psicanalítica no departamento de psiquiatria da escola paulista de medicina - Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Julieta F. Ramalho da Silva; Maria Luiza Fiore; Geraldo C. Galender
Páginas: 60 - 74

Resumo

Este artigo apresenta o ensino de psicoterapia no Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, referindo-se às psicoterapias de base psicanalítica e salientando sua importância na formação de residentes de psiquiatria. Apresenta-se, por meio de seu histórico, a herança psicodinâmica deste departamento e intrínseca ligação com o programa de residência médica. São descritos o conteúdo teórico do curso, o modelo de funcionamento de assistência a pacientes previdenciários e o processo de avaliação do ensino nos últimos anos. Esta avaliação constitui-se em objeto de pesquisa sobre o ensino de psicoterapia para residentes e estagiários de primeiro e segundo anos, cuja metodologia incluiu a realização de questionário de autoavaliação e cadernos de registros de sessões produzidos por todos os alunos-terapeutas no período de dois anos. São apresentadas algumas respostas e trechos de sessões com reflexões dos supervisores que mostram o desenvolvimento da dupla psicoterapeuta-paciente. Por fim, comentam-se as limitações e dificuldades dessa tarefa tanto no âmbito das demandas da medicina baseada em evidências, da psiquiatria contemporânea como das diferenças entre ensino e formação de psicoterapeutas.

Descritores: psicoterapia psicanalítica, ensino, psicoterapia, avaliação de ensino de psicoterapia, residência médica, psiquiatria

9 -  O Ensino da Psicoterapia de Orientação Sistêmico-Integrativa no Instituto da Família de Porto Alegre
Olga Garcia Falceto; Luiz Carlos Prado; José Ovídio Copstein Waldemar; Simone Castiel; Nair Therezinha Gonçalves; Adriana Zanonato; José Luiz Muller; Carmen Dora Cardoso; Luisa Falceto de Barros
Páginas: 75 - 85

Resumo

Neste trabalho, os autores apresentam o trabalho realizado no Instituto da Família de Porto Alegre (INFAPA). Essa é uma instituição privada que se dedica ao ensino da psicoterapia e de outras intervenções terapêuticas, além de oferecer regularmente Cursos de Formação em Terapia sistêmico-inte-grativa Familiar, Individual e de Casal, Terapias Cognitivo-Comportamentais, Arteterapia e EMDR (Rapid Eye Mouvement Desensetization). É apresentado um breve relato da história da terapia de família sistêmica, que se encontra com a história do instituto, sendo ele um dos pioneiros no País e o primeiro no estado na formação de terapeutas de família. O INFAPA ministra o Curso de Especialização em Terapia Individual, Familiar e de Casal - Abordagem sistêmico-integrativa, que se fundamenta principalmente no referencial sistêmico, em suas múltiplas abordagens: estrutural, estratégica, comunicacional, simbólico-experiencial, trigeracional, construtivista, construcionista social e narrativista. É realizada uma apresentação detalhada de como se dá a formação desses profissionais, que, além de seminários teóricos, também passam por estágios supervisionados. Dá-se especial ênfase ao trabalho realizado no preparo da pessoa do terapeuta como profissional que aprende com suas dificuldades relacionais. Por fim, os autores revelam novos projetos para o ano de 2013 e expõem o comportamento científico de seus profissionais, que são formadores de conhecimento na área em apreço.

Descritores: psicoterapia familiar, terapia familiar, terapia de casal, terapia individual sistêmica, terapia sistêmica, psicoterapia sistêmico-integrativa

Resenha de Filme
10 -  "Em um mundo melhor": Algumas reflexões sobre a violência no mundo atual
Luciano Isolan
Páginas: 86 - 88

Descritores: