ISSN 1516-8530 Versão Impressa
ISSN 2318-0404 Versão Online

Revista Brasileira de Psicoteratia

Submissão Online Revisar Artigo

Políticas de Acesso e Instruçoes aos Autores

Política de Acesso Livre:

A Revista Brasileira de Psicoterapia oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, segundo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico, proporciona maior democratizaçao do conhecimento.

A Revista Brasileira de Psicoterapia é de acesso aberto (Open Access), sem que haja a necessidade de pagamento de taxas de submissao.

Todos os artigos sao publicados com a licença Creative Commons Atribuiçao 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de Psicoterapia

Instruçoes aos autores:

Os artigos deverao ser submetidos através da plataforma online http://gnpapers.com.br/rbpsicoterapia.

Os manuscritos poderao ser enviados em português, inglês ou espanhol.

Os artigos enviados para a submissao deverao estar incluídos em uma das categorias de publicaçao da revista:

  1. Editorial: comentário relevante escrito pelo editor ou por autor convidado com experiência reconhecida no tema em questao.
  2. Carta ao editor: opiniao ou comentário sobre material publicado na revista ou sobre achados de pesquisa, teoria ou técnica psicoterápica que nao tenham extensao suficiente para se enquadrar nas demais categorias. Texto breve, com no máximo 500 palavras, uma tabela e cinco referências.
  3. Comunicaçao breve: artigo original, porém mais curto, que contenha resultados preliminares, de relevância imediata ou que nao tenham extensao suficiente para se enquadrar na categoria artigo original. Deve conter as subdivisoes necessárias para expor de forma clara e didática os achados apresentados. Deve conter no máximo 2000 palavras, 10 referências e uma tabela ou uma figura. O resumo deve conter no máximo 200 palavras, e deve ser apresentando no mesmo formato do corpo do texto.
  4. Artigo original de pesquisa experimental: categoria destinada a artigos que relatem pesquisa empírica utilizando métodos quantitativos ou qualitativos sobre resultados ou processos terapêuticos úteis aos psicoterapeutas. O artigo deve conter todos os dados originais que permitam a replicaçao dos achados por outros autores. Deve ser dividido em: introduçao, material e método, resultado, discussao e conclusao. Deve conter no máximo 5000 palavras, 40 referências, e seis tabelas ou figuras. O resumo deve conter no máximo 250 palavras, e deve ser apresentado no mesmo formato do corpo do texto. O autor deve enviar uma cópia da carta de aprovaçao do estudo por um Comitê de Ética em Pesquisa vinculado à CONEP, além de atestar esta informaçao na seçao de Método do artigo. Os ensaios clínicos publicados pela revista devem ter sido cadastrados em um dos Registros de Ensaios Clínicos validados pelos critérios estabelecidos pela OMS e ICMJE (endereços disponíveis no site http://www.icmje.org/faq_clinical.html; um registro brasileiro também está disponível no endereço http://www.ensaiosclinicos.gov.br). O número de identificaçao do registro deverá ser informado no resumo e na seçao de Métodos.
  5. Artigo original de pesquisa extra-clínica conceitual (teoria e/ou técnica em psicoterapia): essa categoria engloba artigos sobre teoria e/ou técnica em psicoterapia e atividades correlatas que apresentem uma contribuiçao original do autor sobre o tema, com reflexao crítica, modificaçao ou integraçao de conhecimentos úteis à prática psicoterapêutica. Sugere-se que o autor estruture o texto de acordo com o tema com o intuito de tornar claro ao leitor os objetivos e conclusoes do trabalho. Pode ter no máximo 5000 palavras e 40 referências. O resumo deve conter no máximo 250 palavras, e deve ser apresentando no mesmo formato do corpo do texto.
  6. Relato de caso: artigo que relata o processo de atendimento psicoterápico de um caso. Deve conter as informaçoes relevantes à discussao proposta, revisao da literatura que corrobore os aspectos discutidos e contribuiçoes do autor para o entendimento do caso. Deve conter no máximo 5000 palavras e 20 referências. O resumo deve conter no máximo 200 palavras. Em todas as submissoes contendo dados de paciente, o autor deve informar qual método foi escolhido para proteger a privacidade do(s) paciente(s). Sugerimos consultar a seguinte referência que discute diferentes formas de proteger a confidencialidade em relatos de caso: Gabbard GO. Disguise or consent: Problems and recommendations concerning the publication and presentation of clinical material. International Journal of Psychoanalysis. 2000; 81:1071-1086. O autor deve enviar uma carta por ele assinada atestando que obteve o consentimento do(s) paciente(s) para a publicaçao do artigo ou que garante que os dados foram suficientemente deformados, responsabilizando-se pelo anonimato do(s) paciente(s) relatado(s). O método utilizado para preservar o anonimato do caso relatado deve estar atestado no texto.
  7. Artigo especial: a convite do corpo editorial com normas específicas a serem enviadas para o autor de acordo com o tema e objetivo do artigo.
  8. Artigo de revisao: revisao sistemática ou narrativa sobre tema considerado relevante relacionado a(s) psicoterapia(s). Deve conter no máximo 6000 palavras e ter um resumo (estruturar de acordo com as categorias expressas no corpo do texto, caso se aplique) de no máximo 250 palavras. Nao existe um formato determinado para essa categoria de artigo.
  9. Resenha: Revisao crítica sobre livro recentemente publicado, filme ou outra manifestaçao artistica de interesse ao escopo da revista. Deve conter no máximo 1500 palavras.
Processo de Revisao

Os artigos submetidos serao inicialmente revisados pelo corpo editorial para avaliar a adequaçao às normas de publicaçao e ao escopo da revista. Se o artigo estiver adequado, será enviado para dois revisores anônimos, em processo duplo-cego. Dentro de um prazo de aproximadamente 90 dias, o autor será comunicado sobre a aceitaçao, rejeiçao ou necessidade de revisao do artigo, conforme decisao do corpo editorial. Será enviado um e-mail com a decisao e os comentários dos revisores, quando couber. Os artigos que necessitam de ajustes serao reenviados para os autores para correçao. Os autores devem retornar o artigo com as correçoes cabíveis e enviar uma carta com resposta item por item às sugestoes ou questionamentos dos editores, que deve ser incluída durante a submissao online da correçao do artigo no passo 7 "Comentários", no prazo de 30 dias. Os artigos corrigidos serao reenviados aos revisores. Após nova revisao do artigo corrigido, o corpo editorial toma uma nova decisao de aceitaçao, rejeiçao ou necessidade de novas revisoes.

Preparaçao do texto:

  1. Título, resumo e palavras-chave devem ser expressos em português, inglês e espanhol;
  2. Palavras-chave: deverao ser fornecidos de três a seis descritores para cada idioma (português, inglês e espanhol)
  3. Nome dos autores na forma e ordem que deverao ser publicados, incluindo a categoria profissional e a afiliaçao institucional principal, com cidade, estado e país de origem;
  4. Nome do departamento e instituiçao às quais o trabalho deve ser atribuído, incluindo cidade, estado e país;
  5. Indicaçao do autor responsável para correspondência, com dados completos para contato (endereço eletrônico, telefone e endereço);
  6. Nome da agência de fomento que concedeu auxílio, se houver;
  7. Indicaçao de conflitos de interesse;
  8. Declaraçao de transferência de direitos autorais;
  9. Se o artigo foi apresentado em reuniao científica, indicaçao do nome do evento, data e local de realizaçao devem ser informados;
  10. Se o artigo foi apresentado como tese ou dissertaçao, a indicaçao do grau, nome do orientador, instituiçao e data da defesa deverao ser informados";
  11. Indicar a contribuiçao de cada autor do manuscrito;
  12. Os autores devem tomar o cuidado de remover do documento seus nomes, filiaçoes ou qualquer informaçao que possa identificá-los.

Formataçao: O texto deve ser formatado com fonte Calibri e tamanho 11.

Referências: Deverao ser apresentadas de acordo com o as normas de Vancouver, com a seguinte modificaçao: as referências deverao ser numeradas consecutivamente no corpo do texto, na ordem que sao mencionadas, usando números arábicos sobrescritos. Deverao ser listadas no fim do artigo de acordo com a ordem numérica, conforme os exemplos a seguir:

    Artigos de periódicos científicos: artigos aceitos para publicaçao, mas ainda nao publicados devem ser apresentados com a expressao "no prelo" após o nome do jornal.

      Almeida OP. Autoria de artigos científicos: o que fazem os tais autores? Rev Bras Psiquiatr. 1998;20(2):113-6.

      Gunderson JG, Weinberg I, Daversa MT, Kueppenbender KD, Zanarini MC, Shea MT. Descriptive and longitudinal observations on the relationship of borderline personality disorder and bipolar disorder. Am J Psychiatry. 2006;163(7):1173-8.
    Artigos sem nome de autor:

      Cancer in South Africa [editorial]. S Afr Med J. 1994;84(1):15.
    Livros:

      Ringsven MK, Bond D. Gerontology and leadership skills for nurses. 2nd ed. Albany (NY): Delmar Publishers; 1996.

      Nardi AE, Valença AM. Transtorno do pânico: diagnóstico e tratamento. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2005.
    Capítulo de livro:

      Phillips SJ, Whisnant JP. Hypertension and stroke. In: Laragh JH, Brenner BM, editors. Hypertension: pathophysiology, diagnosis, and management. 2nd ed. New York: Raven Press; 1995. p. 465-78.

      Cassorla RMS. A morte e o morrer. In: Botega NJ, ed. Prática psiquiátrica no hospital geral: interconsulta e emergência. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2006. p. 417-29.
    Teses:

      Kaplan SJ. Post-hospital home health care: the elderly's access and utilization [dissertation]. St. Louis (MO): Washington Univ.; 1995.

      Zavaschi MLS. Associaçao entre depressao na vida adulta e trauma psicológico na infância [dissertaçao]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2002.
    Trabalho apresentado em conferência:

      Bengtsson S, Solheim BG. Enforcement of data protection, privacy and security in medical informatics. In: Lun KC, Degoulet P, Piemme TE, Rienhoff O, editors. MEDINFO 92. Proceedings of the 7th World Congress on Medical Informatics; 1992 Sep 6-10; Geneva, Switzerland. Amsterdam: North-Holland;1992. p. 1561-5.

      Faraone SV. A genetic perspective on the validity of adult ADHD. In: 11th Annual Meeting of the American Psychiatric Association; 2002 May 18-23; Philadelphia, USA. Washington: APA; 2002
    Artigos em formato eletrônico:

      Morse SS. Factors in the emergence of infectious diseases. Emerg Infect Dis [serial on the Internet] 1995 Jan-Mar [cited 1996 Jun 5];1(1):[about 24 screens]. Available from: URL: http://www.cdc.gov/ncidod/EID/eid.htm

Agradecimentos: devem incluir a colaboraçao de pessoas, grupos ou instituiçoes que merecem reconhecimento, mas que nao têm justificadas suas inclusoes como autores.

Tabelas deverao ser submetidas dentro do corpo do texto. As tabelas devem ser numeradas em ordem consecutiva, com algarismos arábicos e título conciso. Devem ser citadas no texto, sem duplicaçao da informaçao.

Figuras deverao ser submetidas em arquivo separado do corpo do texto (formato PNG, JPG ou TIFF). Devem ter largura superior a 1000 pixels, DPI igual ou maior que 300 e tamanho máximo de 8MB. Devem ser numeradas de forma consecutiva, em números arábicos. Cada ilustraçao deve conter uma legenda.

Orientaçoes Gerais e Políticas de Privacidade:

  1. Os direitos autorais de todo o material publicado é da Revista Brasileira de Psicoterapia.
  2. Artigos submetidos na Revista Brasileira de Psicoterapia nao devem ter sido publicados previamente.
  3. Todos os autores devem ter participado ativamente da execuçao do artigo.
  4. Nota: A Revista Brasileira de Psicoterapia nao corrige os textos submetidos nos diversos idiomas com relaçao a aspectos gramaticais, ortográficos e de concordância. Esta tarefa é responsabilidade exclusiva do(s) autor(es) do manuscrito, sendo uma etapa prévia à submissao. Os artigos serao publicados sob a responsabilidade dos autores.

Para ver las instrucciones para autores en español haga clic aquí