ISSN 1516-8530 Versão Impressa
ISSN 2318-0404 Versão Online

Revista Brasileira de Psicoteratia

Submissão Online Revisar Artigo

Rev. bras. psicoter. 2018; 20(1):1-2



Editorial

Editorial

Pricilla Braga Laskoski

 

 

É com muita satisfação que apresentamos o exemplar 20(1) da Revista Brasileira de Psicoterapia (RBP), o primeiro a compor o volume referente ao ano de 2018. Entre os artigos, podemos perceber a pluralidade de perspectivas que tem sido marca da RBP: um trabalho descrevendo a experiência de um grupo psicoterapêutico de inspiração fenomenológico-existencial com pacientes com esquizofrenia; um estudo transversal que avaliou a qualidade da aliança terapêutica em pacientes adultos atendidos em psicoterapia psicanalítica em um ambulatório de saúde mental de Porto Alegre; um artigo relacionando a organização Borderline da personalidade às patologias do vazio; um trabalho que discorre sobre aspectos e recomendações que caracterizam a fase final do tratamento em psicoterapia psicanalítica; um artigo de revisão sobre o modelo cognitivo da procrastinação acadêmica descrevendo as crenças irracionais e distorções cognitivas que levam a tal comportamento; um trabalho que propõe uma revisão conceitual sobre o papel do paradigma psicodinâmico contemporâneo na psiquiatria da infância e adolescência; um artigo de revisão que avalia as vantagens e desvantagens do uso da Terapia de Exposição Virtual para o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT); um artigo especial abordando aspectos históricos, o papel do inconsciente, o vínculo terapêutico e a possibilidade de transformação das emoções nos tratamentos psicodinâmicos da infância e adolescência; e por fim, a resenha do filme "Possuídos", de William Friedkin (2006), através da qual o autor apresenta sua visão sobre a psicose.

Considerando-se o conjunto de trabalhos, podemos perceber a presença de diferentes escolas teóricas (psicanalítica, cognitivo-comportamental, humanista fenomenológica) bem como de diferentes modalidades de atendimento (grupal, individual), fases do desenvolvimento (adultez, infância), etapas do tratamento (início e fim da psicoterapia) e diferentes populações sendo contempladas (esquizofrenia, transtorno da personalidade, TEPT). A presença de 3 trabalhos oriundos de Portugal ilustra novamente a parceria que vem se consolidando com colegas de lá.

A RBP vem em constante transformação ao longo das últimas gestões. Ampliar seu alcance, tornando-a uma referência na publicação de temas relacionados à psicoterapia, tem reunido os nossos esforços e os primeiros frutos já podem ser percebidos especialmente através do significativo crescimento do número de submissões bem como da diversificação da abrangência, seja territorial, seja de abordagens teóricas, dos colaboradores e parceiros. Em função disso, desde o dia 01/04/2018, um novo sistema de submissões online está em operação. Mais ágil e intuitivo, ele foi buscado com o intuito de facilitar a tarefa de autores e revisores, contribuindo assim para a agilidade do processo editorial como um todo. Em relação ao conteúdo dos manuscritos, a única alteração diz respeito à incorporação de título e resumo também na língua espanhola. Esta iniciativa pretende ampliar o acesso de colegas latinoamericanos à produção científica publicada na Revista, bem como contribuir para uma efetiva internacionalização da RBP e para o seu conseqüente posicionamento nos rankings internacionais de periódicos científicos.

Acompanhando essas transformações, a RBP também está iniciando um processo de renovação de sua identidade visual. Um novo logo já está em uso, representando esse novo momento e em harmonia com a identidade do Centro de Estudos Luis Guedes, casa que acolhe e tanto investe na nossa Revista.

Esperamos continuar contando com a preferência dos autores na hora de escolherem um periódico para veicularem seus trabalhos. Tal confiança nos deixa ainda mais estimulados a seguir aprimorando o processo editorial e assim contribuir para a divulgação do conhecimento sobre temas relevantes para o crescimento da ciência psicoterápica.

Desejo a todos uma proveitosa leitura!










Psicóloga, mestre em Filosofia, doutora em Psiquiatria e Ciências do Comportamento (UFRGS), editora da Revista Brasileira de Psicoterapia

Correspondência
Pricilla Braga Laskoski
Centro de Estudos Luís Guedes Rua Ramiro Barcelos, 2350 / sala 2218
90035-007
Porto Alegre, RS, Brasil
pricillab@hotmail.com

Submetido em: 11/05/2018
Aceito em: 11/05/2018

 

artigo anterior voltar ao topo
     
artigo anterior voltar ao topo